sábado, 12 de janeiro de 2013

BIBLIOGRAFIA PUNK

A partir de hoje, vou listar uma série de produções escritas ( artigos, monografias, dissertações, teses, livros etc) sobre o universos punk e anarcopunk. Alguns já estão presentes no blog.

...................................................................................................................................................................

01 - SOUZA,  Rafael  Lopes  de.  “Punk:  Cultura  de  protesto,  as  mutações  ideológicas  de
comunidade juvenil subversiva”. São Paulo: Edições Pulsar, 2002. 128 p.

02- TURRA  NETO,  Nécio.  “Enterrado  mas  ainda  vivo!:  Identidade  Punk  e  Território  em
Londrina”. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Estadual Paulista
“Julio de Mesquita”, Faculdade de Ciência e Tecnologia, Presidente Prudente – SP,
2001.

03- SANT’ANA, Ana Paula de. “Punk Labirintos do Corpo: Movimento Punk em Cuiabá”. 2009.
Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem) Programa de Pós-graduação em
Estudos da Linguagem, Universidade Federal de Mato Grosso. Cuiabá, 2009.


04- PEDROSO, Helenrose S.; SOUZA,  Heder.  “Absurdo da Realidade:  O Movimento Punk”.
Cadernos de Pesquisa IFCH – Campinas/Unicamp, 1983.

05- PEREIRA, Angélica Silvana. “Somos expressão, não subversão! –  A gurizada punk em Porto
Alegre”.  2006.  Dissertação  (Mestrado  em  Educação)– Faculdade  de  Educação,
Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Rio Grande do
Sul,  Porto  Alegre,  2006.

06- KEMP, Kenia. “Grupos de Estilo Jovens: o 'Rock Underground' e as práticas (contra)culturais
dos grupos “punks” e “trashs” em São Paulo”. Dissertação de Mestrado. Programa de
Pós-Graduação em Antropologia, Universidade Estadual de Campinas, 1993.

07- LUCA, Tânia Regina de. “História dos Punks nos e por meio dos periódicos. A história
depois do papel”.  In: PINSKY, Carla Bassanezi (org.). Fontes Históricas. São Paulo:
Contexto, 2005.

08- MORAES,  Everton. "Deslocados,  Desnecessários:  O ódio  e  a  ética  nos  fanzines  punks
(curitiba  1990-2000)”.  Dissertação  (Mestrado  em  História)  Programa  de  Pósgraduaç


09- BARCELLOS,  Jefferson  Alves  de.  “Música  e  Imagem: o  movimento  punk  e  seus
desdobramentos na década de 1990”. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) -
Programa  de  Pós-Graduação  em  Ciências  Sociais  (Antropologia).  Pontifícia
Universidade Católica de São Paulo. São Paulo, 2008.

10 - BASTOS, Yuriallis Fernandes. “Partidários do anarquismo, militantes da contracultura: um
estudo sobre a influência do anarquismo na produção cultural anarco-punk”. 2004.
149 p. Monografia (Bacharelado em Ciências Sociais) - Universidade Federal da
Paraíba.  Disponível  em:  CAOS  -  Revista  Eletrônica  de  Ciências  Sociais,  n.  9,
set./2005, p. 284-433. <http://www.cchla.ufpb/caos>. Acesso em: 20 set. 2006.

11- BIVAR, Antonio. “O que é punk”.  5 ed. São Paulo: Brasiliense, 2001. (Coleção Primeiros
Passos, 76).

12- CAIAFA, Janice. “Movimento Punk na Cidade: Invasão dos bandos sub”. Rio de Janeiro:
Jorge Zahar, 1985.

13 - DAMASCENO, Francisco José Gomes. “Sutil Diferença: O movimento punk e o movimento
hip-hop em Fortaleza - grupos mistos no universo citadino contemporâneo”. Tese
(Doutorado  em  História).  Programa  de  Pós-gPontifícilia
Universidade Católica. São Paulo, 2004. 511p

14-MAGALHÃES, Henrique. O rebuliço apaixonante dos fanzines. João Pessoa: Editora 
Marca de Fantasia, 2003.

15 - O’HARA, Craig. A filosofia punk: mais que barulho. 1.ed. - São Paulo: Radical Livros, 
2005.

16- OLIVEIRA, Antônio Carlos de. Os fanzines contam uma história sobre punks. São 
Paulo: Editora Achiamé, 2006.

17 - OLIVEIRA, Vantiê Clínio Carvalho de. O movimento anarco-punk: a identidade e a 
autonomia nas produções e nas vivências de uma tribo urbana juvenil. Natal: 
Edição própria, 2008.

18 - ABRAMO, Helena Weldel. Cenas juvenis: punks e darks no espetáculo urbano. São
Paulo: Editora Página Aberta, 2004.

19- ANDRAUS, Gazy. A independente escrita-imagética caótico-organizacional
dos fanzines: para uma leitura/feitura autoral criativa e pluriforme. Trabalho
apresentado ao Eixo 14 - Escritas, Imagens e Criação: Diferir no 17º. COLE. Campinas,
julho de 2009

20- McNEIL, Legs e McCAIN, Gillian. 1997. Mate-me Por Favor (Please Kill Me): Uma história sem censura do Punk. (trad. Lúcia Brito) Porto Alegre: L&PM




4 comentários:

  1. Junior, você tem o arquivo dessa dissertação de Mestrado em Geografia

    02- TURRA NETO, Nécio. “Enterrado mas ainda vivo!: Identidade Punk e Território em
    Londrina”. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Estadual Paulista
    “Julio de Mesquita”, Faculdade de Ciência e Tecnologia, Presidente Prudente – SP,
    2001.

    ????

    Ass: Luan

    ResponderExcluir
  2. Luan, acabei de postar o link pra baixar! fllw.

    ResponderExcluir
  3. Ae, pra quem se interessar, aí vai o link para baixar minha dissertação defendida em abril deste ano: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-26062013-095122/pt-br.php
    Nela analiso como o discurso da grande mídia aborda o movimento punk. No link tem o resumo e o link para baixar o trabalho todo.
    Abraços!

    ResponderExcluir

CLEPTOMANIA - Punk Sergipe 80/90